Logos de Minas Gerais

boa noite e boa sorte

Amor incondicional uma ova

Resumo: Algumas conclusões sobre o amor e sobre como as pessoas tem extinguido cada vez mais a incondicionalidade do mesmo e, consequentemente, ele como um todo.

.

Um samba para Dom Casmurro

Eu sempre achei que o amor,
Que o grande amor, fosse incondicional.
Que quando duas pessoas se encontram, que quando esse grande encontro acontece, você pode trair, brochar, dar todas as porradas, se for um grande o amor, ele voltará triunfal.
Sempre!
Mas não, nenhum amor é incondicional.
Então acreditar na incondicionalidade do amor, é decididamente precipitar o fim do amor, porque você acha que esse amor aguenta tudo, então de um jeito ou de outro você acaba fazendo esse amor passar por tudo, e um amor não aguenta tudo, nada nessa vida é assim!
E aí você fala que esse amor não tem fim, para que o fim então comece.
Um grande amor não é possível,
talvez por isso seja grande.
Então, assim, nele, obrigatoriamente, pode caber também o impossível.
Mas quem acredita?
Quem acredita no impossível, que não apaixonadamente?
Como a um deus, incondicionalmente.

Manacá

.

Deus é testemunha de que eu já acreditei em amor incondicional, o amor pau-pra-toda-obra, cujos limites a razão desconhece; daqueles de que os poetas, incluse eu, falo tanto.  Bem, minha razão pode enumerar no mínimo uns cinco limites, meu coração não: distância, dinheiro, idade, costumes, maldade e muitos mais. Os leitores só precisam ir ao dicionário, 90% das palavras que estão lá podem findar um “amor incondicional”. A questão é que se o amor é verdadeiro, não existe sofrimento, fazendo minha as palavras de Renato Russo. Portanto, sofreu, não é amor e ponto. Se hoje em dia todo mundo sofre, esperando do amor algo que não é há muito tempo, a incondicionalidade, então amor verdadeiro é utopia. Francamente! Nos tempos de hoje, algo incondicional? Nem amar a Deus é incondicional, hoje em dia! Experimente dar a prova de Jó a um religioso e vê se ele aguenta!

As pessoas confundem o preço das coisas com o valor delas, as pessoas não querem pagar o preço de suas escolhas. O amor não é caro, dada suas medidas, mas é valioso, para quem sabe o que ele é. Resumindo, o amor é recompensador. Confundir paixão com amor é um erro crasso, assim como separar o sujeito do predicado com uma bendita vírgula. Amar é amar, apaixonar-se é apaixonar-se. Paixão nunca teve um princípio  incondicional, paixão, na maioria das vezes, é platônica. Paixão acaba tão rápido como começa, basta enxergar um defeito em quem se deseja e acaba a paixão. O amor já tem a desvantagem de vendar os amantes a ponto de não enxergarem, mesmo tentando muito, os defeitos no outro; tudo se justifica no amor: erros e acertos. Por isso, é perigoso.

O amor entre duas pessoas exige uma condição, sobre a qual ele se institui. A venda do amor não te permite ver que tal condição-base existe. Porém, por quanto perdure essa condição ou estado, perdura o amor. De qualquer outra forma o “pra sempre” sempre acaba, por não nos adaptarmos às novas condições exigidas, por esperarmos que seja tudo pra sempre. Depois só nos resta a nostalgia. Por Enquanto, da Legião Urbana, fala muito sobre isso.

Acreditar na incondicionalidade do amor, hoje, é antecipar uma baita decepção. Para mim, amor é que nem Deus: todo mundo acredita, mas ninguém nunca viu. Quem viu sabe que viu, quem não viu nem sabe o que é direito. O incondicional está em extinção, assim como o condicional está em promoção. E como vem dizendo os bons hábitos da humanidade: tudo em promoção temos que comprar e tudo que está em extinção é mais gostoso de matar. Tá em extinção? Aí que tem que matar mesmo. As ararinhas azuis que o digam.

.

Para quem ainda tem esperança, existe um guia do amor verdadeiro e incondicional em um livro, nem um pouco conhecido, chamado Bíblia. Não sou religioso, todos sabem, porém, Paulo sabia das coisas. Recomendo porque vale a pena ler.

–> I Coríntios 13

.

Boa noite, boa sorte.

.

.

LEIA MAIS:

–> RECANTO DAS LETRAS: http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=44834

–> PARA LER E PENSAR: http://www.paralerepensar.com.br/zezzo

Anúncios

quarta-feira, 30 dezembro 2009 - Posted by | Arquivado | ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d blogueiros gostam disto: